Cirurgia do pescoço

Lipospiração de submeto e o lifting de pescoço

Com a idade a pele gradativamente vai ficando flácida, e vai acumulando gordura embaixo do queixo, dando a aparência de queixo duplo. A dita "papada" é um problema comum e é um dos primeiros sinais da idade. Além desse fator, existem ainda pessoas que, por herança genética, têm uma predisposição maior para acumular gordura nessa região
Geralmente quem tem um pescoço flácido, também tem o rosto flácido. Por este motivo, para um melhor resultado, geralmente é necessário se associar a esta cirurgia alguma correção da face.
Para rejuvenescer a aparência do pescoço, utilizam-se duas técnicas: a lipoaspiração de submeto e o lifting de pescoço. O cirurgião irá lhe indicar qual dos dois é mais indicado em cada caso, ou se será melhor combinar ambas cirurgias.
Lipo de submento é uma técnica idealizada pelo médico francês Dr. Pierre Fournier, que retira a gordura da região inferior do queixo.

Não há necessidade de repouso ou internação e a recuperação é rápida.
      
Praticamente 30% do total de gordura retirado deverá ainda ser absorvido num prazo de 2 meses, com eventuais retoques na área, após alguns meses.

Já o lifting de pescoço consiste em suspender a musculatura do pescoço, tracionando a pele para cima. É feita uma incisão da parte superior da orelha até o couro cabeludo, tracionando-se a pele do pescoço e retirando-se o excesso. O resultado torna o pescoço mais liso e devolve o contorno mandibular.

Se houver também acúmulo de gordura, é feita simultaneamente uma lipoaspiração. As cicatrizes não ficam aparentes e a recuperação cirúrgica é rápida.

Após a cirurgia, é recomendado evitar movimentação excessiva nos 8 primeiros dias. Deve-se dormir com a cabeceira elevada, usando dois travesseiros grandes, sem deitar de lado.



R. Tenente João Gomes da Silva, 737 - Mercês Curitiba/PR    •    clinica.boulevard@hotmail.com    •    Fone: |41| 3338 9053